fbpx

Professor protagonista da educação, aluno protagonista do aprendizado

Dias atrás assisti um TEDx do Lucas Paiva intitulado “Por que estamos falhando com nossos professores?”

Lucas atua para transformar a escola a partir do cuidado com a saúde dos professores, diversos dados impactantes foram apresentados na palestra, entre eles que no estado de Alagoas 1 em cada 3 professores estão afastados do trabalho por doenças físicas ou mentais, além de diversos outros estudos sobre a relação entre saúde dos educadores e a qualidade da educação.

Porém, o que mais me chamou a atenção foi o trecho em que ele defende que os professores precisam ser tratados como os protagonistas da educação, que além de investimentos em tecnologias digitais e formações acadêmicas é necessário haver um investimento na qualidade de vida e de trabalho do educador, afinal é ele quem está em relação direta com os aprendizes e a qualidade dessa relação afeta diretamente a qualidade do aprendizado.

Confesso que no primeiro momento essa frase “tornar os professores protagonistas da educação” me soou conservadora, como se busca-se tornar o professor o centro do processo de aprendizagem, algo contrário ao que eu sempre defendo. Mas ao seguir assistindo percebi que seu discurso não estava buscando retirar dos alunos o protagonismo pelo seu processo de aprendizado, nem desvalorizando seus interesses e necessidades individuais. Conclui compreendendo que a sua atuação em prol da valorização dos professores é justamente por visualizá-los como atores principais do processo de educação, capazes de investigar e conhecer de perto as necessidades, interesses e potências dos aprendizes e assim propor soluções realmente eficazes para a reinvenção da escola.

Não é sustentável propor soluções de cima para baixo, teóricas e descontextualizadas, soluções rasas como “personalizar o ensino” simplesmente tornam a carga mental e emocional do professor mais sobrecarregada. É preciso entregá-lo ferramentas, tempo, espaço mas antes de mais nada: Saúde.

Sim, os professores devem ser os protagonistas da educação e também da reinvenção da escola. Para os aprendizes deixamos o protagonismo do seu aprendizado e desenvolvimento.

Você pode conferir o TED completo aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *